segunda-feira, fevereiro 26, 2007

a coincidência veio ter comigo

Já vos aconteceu a "referência" vir ter com vocês?
Hoje e cada vez mais... acredito que não há coincidências.
Eu vivi com uma referência na minha mente inconsciente.


No momento mais inesperado essa referência convive comigo... e exactamente no acto final, mesmo ao ir embora, ELA revela-se.
A "referência" que outrora me ajudou e me fez "encontrar" mais um bocadinho,
era a "referência" que num momento mais antigo me fez baloiçar entre o digital e a dança.

Essa referência fez-me acreditar que as Artes Digitais são realmente
o meu Mundo e que só assim faz sentido


SWAP, uma peça de e com João Costa :)


1 comentário:

Rogério Nuno Costa disse...

não há coincidências.